comprar lista de e-mail e porque evitá-las

Comprar lista de e-mail, porque evitá-las

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 1 LinkedIn 0 Filament.io 1 Flares ×

Se você está pensando em comprar lista de e-mail, pense novamente! Construir uma lista de e-mail com valor a longo prazo é uma proposição de qualidade sobre quantidade que leva paciência e persistência.

As empresas que usam o e-mail para nutrir os leads geram 50% mais leads prontos para vendas com um custo menor que 33%. e, em média, produz 20% mais  leads nas oportunidades de vendas, em comparação com leads não nutridos.

Observe o padrão? Quando as listas são nutridas e comprometidas, as taxas de sucesso aumentam. 

Comprar lista de e-mail não oferece a mesma oportunidade de engajamento. Então do que vale milhares de novos leads que certamente serão apenas como um peso papel.

 O que eles realmente valem? Vamos discutir algumas das armadilhas na compra da lista de e-mail.

1) A qualidade não é garantida

Nenhuma empresa respeitável vende uma lista de e-mail com o melhor desempenho. Se a lista estiver à venda, os e-mails foram coletados de uma variedade de fontes e muitas vezes por meios questionáveis. 

Por exemplo, algumas empresas usam bots para colher e-mails de sites, fóruns e seções de comentários ao redor da web. Como resultado, muita informação está desatualizada e muitos endereços de e-mail raramente são usados.

Se você tiver sorte, você pode encontrar uma lista de “opt-in” segmentada pelo setor de uma feira ou evento similar. No entanto, essas listas não são direcionadas com qualquer precisão real, e apenas porque o cliente optou por essa lista específica não significa que ele quer ouvir você.

2) Ninguém sabe quem é você

O marketing por e-mail fornece uma conexão direta com seu público-alvo, mas se o seu público não está interessado é porque eles não sabem quem é você, nem qual é o seu objetivo? 

Pior ainda, como você vai fornecer conteúdo para esse novo público se você não tem relacionamento prévio e nem ideia do que é que eles realmente querem ou precisam?

Comprar lista de e-mail é  abrir caminho para caixas de entrada desativadas, aliena potenciais clientes e arruina suas chances de negócios futuros. 

3) Os destinatários não respondem

As taxas médias de abertura são de cerca de 20 a 25% com listas opt-in. A compra da lista de e-mail não produz os mesmos resultados. 

Os destinatários em listas compradas podem não estar cientes de seu produto ou marca, então eles não desejam agir. A maioria dos destinatários não abrirá seu e-mail e muito menos clicará em uma página de destino.

Dica:

As empresas que utilizam a segmentação de lista viram taxas de abertura de 39% maiores e taxas de cancelamento de inscrição de 28% menores.

Os dois maiores fatores que influenciam as taxas de abertura são a organização da qual o e-mail é 64%, e a linha de assunto (47 por cento).

Você tem apenas 3 a 4 segundos para chamar a atenção do seu leitor e despertar interesse o suficiente para abrir e ler seu e-mail.

Muitas vezes, as listas compradas já estão lotadas de e-mails comerciais não solicitados. Enquanto alguns destinatários não querem nada além de se descadastrarem , outros acharão seu e-mail irritante e o marcarão como spam. 

Essa é realmente a primeira impressão que você deseja fazer?

4) Os relatórios de spam afetam a entrega

Ser marcado como spam pode afetar diretamente as entregas futuras em toda sua lista, incluindo a entrega a clientes fiéis ​​e defensores de marcas. 

Mesmo que você não esteja sendo informado como spammer, uma alta taxa de rejeição devido a endereços de e-mail em uma lista incorreta também pode colocá-lo em água quente. 

Existem mais de 300 entidades de filtragem de spam existentes, então faça um favor e fique compatível com CAN-SPAM, e fique longe das listas de e-mails comprados.

 

5) ESPs respeitáveis ​​não funcionarão com listas compradas

A compra da lista de e-mails não é adequada aos provedores de serviços de e-mail mais respeitáveis, e muitos não permitirão que você use uma lista comprada. Afinal, uma lista incorreta pode prejudicar a entrega para todos no IP.

Mesmo se você encontrar um fornecedor menos respeitável, provavelmente será um dos muitos que enviam e-mails não solicitados, portanto, não demorará muito para que a sua entrega seja bloqueada. 

Os filtros de ISP começarão a enviar suas mensagens para pastas de spam automaticamente e você poderá terminar na lista negra. Pode levar anos para reconstruir sua reputação.

6) É mais um jogo do que um investimento

Por cada R$1 gasto em e-mail marketing, o retorno médio de investimento é de R$ 44,25. Não é um ROI ruim, certo? Mas com a compra de lista de e-mail, você está apostando em um cavalo manco e esperando alguns passos de sorte para voltar à corrida. As probabilidades estão claramente contra você.

Pense nisso. Você nunca venderia sua lista de e-mail. Isso significa muito para você por causa da conexão que você possui com seus clientes passados. É essa conexão – e apenas essa conexão – que torna uma lista de e-mail valiosa.

 

O que você deve fazer em vez de comprar uma lista de e-mail?

Embora rápido e fácil, comprar lista de e-mail não é a maneira correta de executar marketing por e-mail. 

Não é só ética e legalmente errado. O uso de marketing de captura para construir listas orgânicas sempre proporcionará melhores resultados, para não mencionar que é legal.

 

Existem outras formas de alcançar seu público-alvo e criar uma lista de e-mail de ativação orgânica. Precisa de ideias? Aqui estão algumas:

-Compartilhe conteúdo de alta qualidade em seus sites, redes sociais, blog e site e use um formulário que incentiva inscrições.

-Ofereça incentivos aos clientes atuais para divulgar seu conteúdo ou serviço, incluindo botões de compartilhamento de mídias sociais ou “email para um amigo” em seus e-mails.

-Adicione um link em seus sites de redes sociais para que os seguidores acessem facilmente

-Ofereça incentivos opt-in criativos

-Crie uma maneira fácil de se inscrever para seus leitores receberem atualizações via e-mail (como aqui no blog por exemplo).

 

Veja também esse artigo : 10 motivos pelos quais seus e-mails podem ser considerados SPAM

Espero que tenha ficado claro o grande erro que é confiar em listas compradas e que de agora em diante você foque mais na construção da sua lista de maneira legal.

Você tem outras ideias para alcançar o público-alvo? Comente abaixo e avise-nos.