erros nos negocios online

O TOP 10 dos erros mais comuns nos negócios online.

5 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 5 Filament.io 5 Flares ×

 

Muitos se deixam levar pelas falsas promessas dos negócios online, e com certeza, muita gente quebra a cara quando tenta desenvolver um trabalho desse nível.

Não é difícil você achar alguém falando em alguma rede social a decepção que foi tentar iniciar seu próprio negócio online.

Por isso hoje resolvi mostrar o TOP 10 dos erros mais comuns quando se começa um negócio online sem um planejamento bem feito porque trabalhar online requer planejamento e dedicação.

 

 1.Esperar muito tempo para lançar um produto ou serviço.

Quando você começar a blogar para construir uma audiência, é fácil ficar preso no conteúdo “igual as gaiolinhas de hamster” por meses ou anos sem nunca oferecer algo para venda.

Há algumas razões para isso acontecer.

Algumas pessoas estão esperando por alguma mágica para se ter audiências de “1.000 assinantes” ou talvez “10.000 Visitantes” ou outro número qualquer.

Algumas pessoas simplesmente não conseguem encontrar tempo para o blog ou podcast ou fazer vídeos e construir um produto ao mesmo tempo. É duro.

Algumas pessoas simplesmente falam que tem medo de criar um produto, porque eles tem medo de que ninguém irá comprá-lo. Eles não querem falhar depois de colocar tanto tempo criando um ebook.

Seja qual for a razão, esta é uma armadilha fatal. Se você está construindo um negócio, você precisa correr o risco. O máximo que pode acontecer é ninguém comprar o que você criou.

Além disso, você precisa de prática para a construção e lançamento de produtos. Seu primeiro produto pode não ser tudo de bom.  Mas quanto mais cedo você colocar alguma coisa no mercado, mais perto você começará a gerar uma receita sustentável. (Mesmo que seja algo que você indique como afiliado).

 

2.Resolver um problema sem importância.

Seu produto ou serviço é importante o suficiente para resolver algum problema?

Você não vai mesmo ter que olhar para seus clientes?

Imagine se você tivesse uma cura para o câncer, por exemplo.

As empresas falham o tempo todo porque elas tentam resolver um problema que realmente ninguém se preocupa com ele. Se você colocar o seu produto ou ideia no mercado e ninguém comprar, é a chance para que você olhe para um problema mais importante, e não para um público maior.

 

3.Realmente não ouvir os clientes.

Como você sabe se o problema a resolver é importante o suficiente?

Ouça seus clientes. Realmente os ouça.

Não basta ouvir os clientes que fornecem um comentário positivo. Escute os que pedem restituições ao comprar o seu produto, mas não o utilizam. Ouça as pessoas que dizem que eles não vão comprar, e descubra o porquê.

Não basta devolver o dinheiro para seus clientes. Você não tem todas as respostas para as perguntas que eles fazem. Há uma razão por que “o cliente tem sempre razão”, porque sem clientes você não tem um negócio.

 

4.Não ser diferente o suficiente.

Na maioria dos mercados, os clientes têm opções diferentes para escolher. Se sua empresa tem concorrência, você tem que dar aos seus potenciais clientes uma razão para escolher a sua oferta e não a do concorrente.

Eu vejo isso o tempo todo com novos blogueiros. Eles fazem um artigo com um tópico popular e, essencialmente, copiam o que outros blogueiros populares já estão fazendo. Suponho que eles pensem que “se funciona para os outros, talvez vá funcionar para mim também.”

Mas pense nisso a partir da perspectiva do leitor ou cliente. Se eles encontrarem o seu blog, eles vão se perguntar “por que vale a pena gastar algum tempo com esse blog?”.

 Você tem que responder a essa pergunta para si mesmo de forma rápida e clara, antes de clicar para fechar o blog.

Você não pode ficar esperando que vá ter um público grande por ser uma versão inferior de algum outro site mais conhecido. Mesmo se o seu site ou produto é sem dúvida melhor do que a concorrência, “melhor” é subjetivo.

Em vez de simplesmente tentar ser melhor, você precisa ser diferente. Então, quando alguém pergunta por que o seu site ou produto vale a pena e merece à sua atenção, sua resposta será objetiva e de fácil compreensão.

 

5.Escolher um tema que você não conhece bem.

O que você escolher para se concentrar em seu negócio, vai precisar que tenha um profundo conhecimento sobre o assunto, criatividade e resistência inabalável.

Haverá concorrência que se preocupa mais sobre o assunto do que você. Como você pode competir se a diferença entre o seu tópico e grande com relação aos seus concorrentes?

Isso não significa que seu negócio tem que ser sua única paixão ou o trabalho da sua vida (a maioria de nós não tem uma única paixão na vida), mas se você não se preocupar em fazer o melhor os outros é que não vão se preocupar por você.

Se você ama o seu tema, a resistência não será um problema. Se você ama o seu tema, a criatividade vai fluir, e influência será mais fácil de construir.

 

 

6.Começando com expectativas vastamente erradas.

Isso não vai ser fácil, e não vai ser rápido.

Construir um negócio bem sucedido é como criar uma grande empresa. Você provavelmente não pode fazê-lo enquanto viaja o mundo. Se você tem um emprego em tempo integral, ele vai ser muito, muito mais difícil.

Se o seu plano envolve “trabalhos” de quatro horas, ou se a sua linha do tempo é medida em semanas ou meses, você provavelmente irá falhar.

Estas são as verdades duras que as pessoas raramente falam sobre o assunto. Sucesso da noite para o dia não existe. Seu plano original, provavelmente, terá de ser completamente re-escrito, talvez várias vezes.

Pergunte a si mesmo: Construir este negócio vale a pena mesmo levando anos para se chegar lá? E se a construção do negócio é mais difícil e mais estressante do que seu atual emprego?

Converse com alguns empresários que conseguiram algo perto do que você deseja alcançar. Pergunte a eles o que realmente os levaram a chegar nesse nível. Pergunte-lhes sobre o estresse e cronogramas. Realmente ouça. Em seguida, se pergunte: você está preparado para criar a sua própria versão do negócio?

 

7.Passar muito tempo pensando e não fazer o suficiente.

Não há muito a dizer aqui, porque está perfeitamente resumido nesta citação:

Gênios são um por cento inspiração e noventa e nove por cento de transpiração. -Thomas Edison

Se o seu ato de pensar está mais alto do que o de fazer é hora de parar e começar a fazer mais do que pensar.

 

 

8.Ir sozinho.

Ninguém pode ter sucesso sozinho no negócio. Você precisa de pessoas para fazer o trabalho. Seus clientes são pessoas, seus fornecedores são pessoas, os seus prestadores de serviços são pessoas.

Mais importante, você precisa de apoio de outros empreendedores que estão em estágios semelhantes a você e de outros com mais experiência.

Quanto mais você se torna conectado com outros empresários, mais normal torna-se a sua procura. Você já não se sente louco ou sozinho, e você vai perceber que nós todos enfrentamos obstáculos como você está enfrentando.

Os empresários que me falavam em desistir faziam parte de um pequeno grupo que se reunia semanalmente para se responsabilizarem mutuamente.

Não custa nada para você ter esse contato com outros empreendedores do que senão apenas uma hora do seu tempo por semana. E você verá que isso é um recurso valioso para seu negócio.

Estenda a mão para um ou dois empreendedores para pedir-lhes para se reunir semanalmente. Compartilhe suas lutas e objetivos, e reveja o seu progresso a cada semana. Este processo simples é muito poderoso.

9.Confundir “blog” com “negócios”

Repita comigo: um blog não é um negócio. Um blog não é um negócio.

Um blog é uma plataforma incrível para compartilhar suas ideias, se conectar com as pessoas e crescer sua audiência. O mesmo é com o podcasting, YouTube, ou qualquer outro lugar que você possa publicar conteúdo de forma gratuita.(O blog é a porta de entrada para seus negócios).

Fornecer conteúdo gratuito não é um negócio. É uma ferramenta para a construção de influência. Não conte com essa influência para ganhar patrocínios ou publicidade.  Você precisará de um plano mais direto para gerar uma renda.

 

10.Não é para mim mas é para os outros.

Este é talvez o maior erro de todos. Não seja esse amigo que fala e fala sobre como iniciar um negócio por anos e nunca faz coisa alguma coisa sobre isso.

É fácil não ficar tão preocupado com todos os possíveis erros que você nunca irá cometer pois nunca realizou nenhum projeto. Mas essa é a única forma de garantir o fracasso. 
Começar um negócio não é uma coisa certa, é preciso coragem, inteligência, coração e agitação.

Mas você vai ficar bem melhor ao longo do tempo apenas se começar.

A melhor maneira de garantir que você vai ter sucesso é simplesmente esta: não tenha medo de cometer erros. Os erros são parte do processo. Então é mergulhar, começar e encontrar uma comunidade para apoiá-lo … porque você não está sozinho.

Talvez você queira ler esses artigos também:

7 passos essênciais para criar um negócio online.

Trabalhar em casa pela internet. (dicas)

 

O que você acrescentaria a esta lista?

Esta é a minha lista, pelo que eu ouço e vejo no mundo empresarial. E a sua lista é diferente?

Que coisas você desejaria ter feito diferente?

Que erros você vê que os novos empreendedores estão cometendo?

Por favor, compartilhe seus pensamentos nos comentários abaixo. Você pode ajudar alguém a evitar um grande frustração por começar da maneira errada. Se você acha que esta lista é útil. Compartilhe!