foto do Instagram

Instagram, o que as pesquisas revelam sobre essa rede.

17 Flares Twitter 1 Facebook 14 Google+ 1 Pin It Share 0 LinkedIn 1 Filament.io 17 Flares ×

Pesquisa revela que os usuários do Instagram gostam de fazer compras!

 

 

foto do Instagram

Uma nova rede para negócios

O Instagram já faz parte de seu mix de marketing social?

Os seus clientes estão no Instagram?

Uma pesquisa mostra que os usuários do Instagram, são compradores, por isso, cada vez mais as empresas estão olhando para oportunidades de marketing nesta plataforma de crescimento rápido.

Neste artigo, você vai entender quais as mais recentes descobertas sobre os usuários do Instagram e como isso pode afetar o seu marketing de mídia social.

O alcance do instagram.

O Instagram anunciou em dezembro 2014 que o seu nível mundial da sua base de usuários passou de 300 milhões, um salto de 50% em relação ao marco de 200 milhões que tinha conseguido apenas nove meses antes.  O aumento rápido em um curto período de tempo deve-se ao fato que os usuários do instagram agora superam os 388 milhões de usuários em todo o mundo e por isso começou a chamar a atenção dos empresários.

A questão fundamental permanece: Quem está no Instagram?

# 1: Usuários do Instagram são clientes!

Os comerciantes começaram a ficar animados sobre Instagram quando os primeiros estudos indicaram que o público parecia usar o canal para fazer compras. Usuários estavam compartilhando fotos de produtos com os amigos, fazendo comentários e gostando de receber opiniões. Ao contrário dos usuários do Facebook que relatam que o seu principal motivo para usar esse canal é o de se conectar com amigos e familiares.

 

“A audiência do Instagram está fazendo com que os usuários usem o canal para obter informações sobre produtos e serviços antes de fazer as compras”

Enquanto muitas empresas têm usado concursos e brindes para ganhar seguidores em outros canais sociais, no Instagram, 62% dos usuários simplesmente as seguem porque gostam da marca. 38% seguem ou seguiriam só  para tirar proveito de regalias ou brindes.

Em fim, 65% dos usuários  relatam que se sentem lisonjeados quando uma marca gosta de seu post.

# 2: Instagram tem público mais propenso a se envolver.

Algumas empresas de pesquisas exploram o que leva os usuários a usarem a rede e qual sua motivação, pois quando se posta uma foto de um produto ou serviço, eles contam os seus gostos, suas vontades em ter ou não um respectivo produto ou serviço, a respeito do que foi publicado e eles tomam algumas ações como exemplo fazer retweets e isso ajuda as empresas a investigar onde deve aplicar seus esforços para que atinja seu público-alvo. Todas essas ações tomadas pelos alvos são chamadas de “engajamento” coletivo.

Alguns empresários agora estão animados com o fato de que os usuários do Instagram estão se engajando com as marcas, a uma taxa muito maior do que outros canais de mídia social. Uma pesquisa mostrou que a taxa de engajamento do instagram e muito maior do que a do twitter.

 

Uma pesquisa americana relata que 3,31% dos usuários do instagram sem envolvem com todos os posts da marca.

Um post no Instagram enviado para 10.000 usuários recebeu 331 likes e compartilharam e basicamente isso impulsionou a campanha de marketing sem nenhum custo. Um tweet enviado para 10.000 usuários, por outro lado, resultou em apenas sete compartilhamentos para amigos e outras conexões. Considerando-se que muitas empresas têm menos de 1.000 seguidores, muitos posts obtem engajamento zero no Twitter.

A divisão de engajamento no Instagram e no Facebook é enorme. De acordo com um estudo realizado em novembro de 2014 feito pela empresa L2 (americana) revelou que os usuários interagiram 18 vezes mais no instagram do que no facebook.

A taxa de engajamento do instagram se tornou muito maior que a do facebook ou twitter a partir de abril de 2014.

 

Os autores do estudo da Forrester levantam a possibilidade de que a taxa de interação no Instagram é alta porque é uma plataforma relativamente nova, e ainda assim, poucas marcas estão lá. Menos mensagens disputam a atenção dos usuários. A Microsoft só criou uma conta em novembro de 2014.

Bem como o Facebook teve uma estabilização de 71% de todos os usuários de internet, faz sentido que a dinâmica do Instagram, também, acabará por abrandar. No entanto, Instagram é a “moda” para 2015.

# 3:No Instagram Audiência é jovem.

Um estudo realizado em dez 2014 de Frank N. Magid Associates, um estudo de novembro 2014 da Cowen & Company e um estudo de setembro 2014 realizado pela AVG, descobriu que 11% dos jovens até 16 anos, 62% até os 18 anos e 44% até 29 anos haviam usado o instagram no mês anterior.

Em comparação, apenas 18% (idades 45-60) e 10% das pessoas de 60 anos ou mais usaram o Instagram no mês anterior.

 

As preferências deste grupo de 18 a 29 anos são muito interessantes. Eles preferem mais o Instagram a o Facebook (apenas 23% se preocupa em usar o Facebook pelo menos uma vez por mês),  o LinkedIn (19%), o Pinterest (27%) e o Twitter (33%). Novos canais sociais como o Snapchat e Tumblr cativou uma parcela ainda maior da idade de 18 a 29 anos no mercado. Mais evidências de que os jovens olham para a independência das suas redes sociais!

O Centro de Pesquisas Pew diz que o Instagram é o playground dos jovens abaixo dos 29 anos.

Em seus estudos descobriram que 53% dos consumidores que tem internet usam o instagram e quase metade dela usa diariamente.

O Instagram está em um ótimo momento devido o crescimento do facebook estar estagnada (embora ainda impressionante) ele deteve 71% de todos os utilizadores da Internet de 2013 a 2014. O crescimento do Instagram dobrou de 2012 (13% para 26%) e um aumento de 53% 2013 para 2014.

estatistica de uso do instagram

Principais conclusões: Como a maioria do público do Instagram tem menos de 30 anos, não é de admirar que as empresas automotivas de tecnologia e marcas de vestuário foram os líderes lá.

 

Em 2014, 14 das principais marcas automotivas estavam postando uma média de 40 vezes por mês. Dez das marcas de tecnologia top postou 15 vezes por mês. Cinco das principais marcas de vestuário postou uma média de cerca de 45 vezes por mês.

Os comerciantes têm notado que, se o comprador tem menos de 30 anos, é mais provável que ele ou ela esteja no Instagram.

Demografia do Instagram:

A idade não é o único fator quando pesquisamos um público-alvo. Para obter uma imagem mais robusta de quem está no Instagram, voltamo-nos para mais dois recentes estudos.Iconosquare, fornecedora de analytics para as contas do Instagram, publicou um estudo em 2015 de 16 mil usuários do Instagram , o que revela detalhes específicos sobre a audiência do canal. E um estudo de agosto 2014 da Business insider  ajudam os empreendedores a  entender melhor o público do Instagram.

Gênero : Business Insider constatou que o público do Instagram é composto de 68% de mulheres. O estudo da Iconosquare coloca a percentagem de mulheres em 64%.

marketing-no-instagram

Tecnologia : Business Insider descobriu que os usuários do  dividem isso ao meio quando se trata do uso inteligente do dispositivo. Metade dos usuários relataram o uso de iPhones da Apple e metade Android.

Bairro: Também de acordo com o Business Insider, os moradores rurais têm menos probabilidade de estar usando. Dezessete por cento dos moradores urbanos adultos usam a plataforma, em comparação com 11% dos moradores rurais adultos.

Renda e Educação: A Iconosquare descobriu que 48% dos usuários  são profissionais e 48% têm formação superior. Levando em consideração que certa parcela não relata se tem diploma universitário ou não.

Principais conclusões: A figura que mostra que 48% têm formação superior é distorcida, pois ambos Iconosquare e Business Insider estão medindo populações jovens. A maioria ainda vai estar na faculdade ou pelo menos abaixo da idade típica de graduação da faculdade.

O aumento de 50% no número de usuários em 2014 unicos mencionado no início deste artigo é apenas uma figura refletindo um momento.

Enquanto 82 das 100 maiores marcas agora estão ativas no Instagram, muitas empresas de pequeno e médio porte ainda estão à espera nos bastidores, pesando suas opções. Trabalhar no facebook com campanhas é mais fácil e praticamente automatizado, pois ainda não tem campanhas patrocinadas por tanto os pequenos e médios empreendedores ainda podem não estarem prontos para entrar na briga com os grandes.

Opostamente o que foi no Facebook e blogs, no entanto, só porque uma empresa não tem uma presença oficial no Instagram não significa que ela não está lá. As Hashtags proliferam neste novo canal de mídia social, e os participantes podem usá-las para destacar as empresas que eles fizeram algum tipo de negócio ou compra. Ficar atento no que os consumidores falam a respeito da sua marca ou do seu concorrente é o primeiro passo para se entender o canal.

aliando face com instagram

Além disso, com mais estudos comprovando a eficácia do uso de vários canais digitais em conjunto para repetir as mesmas mensagens, prepare-se para a viabilidade de se adicionar mais um canal social no seu mix de marketing. O Instagram possui um estudo de caso da Mercedes-Benz explicando como combinar Facebook e Instagram  campanhas publicitárias alavancaram as visitas ao local em 580%.

Se sua empresa tem recursos e um público jovem, um experiência com Instagram não pode estar descartada no futuro.

Bom é claro que essa pesquisa foi feita fora do Brasil, mais como tudo se expande numa velocidade incrível acho que é bom você começar se atentar para o fato que você ou sua empresa seja ela qual for não poderá dispensar mais essa poderosa ferramenta de marketing.

Se você quer se tornar um expert no instagram para alavancar suas vendas ou campanhas de uma olhada nesse curso : Instasamurai que você aprenderá tudo o que é necessário para usar corretamente essa rede social.

O que você acha? Você já usa o Instagram com os seus clientes? Você escuta o que os consumidores estão dizendo sobre você ou sua indústria lá? Deixe seus comentários e perguntas abaixo.