ganhar dinheiro com blog é possivel sim

Como ganhar dinheiro com blog

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

 

ganhar dinheiro com blog é possivel sim

Você sabe que a maioria das pessoas acham que somos idiotas, certo?

Para a maior parte do mundo, o blog é uma piada.

 

Não é uma carreira. Não é uma maneira de ganhar dinheiro. Não é uma ferramenta para mudar o mundo.

É um passatempo, uma diversão, uma moda que vai e vem. 

Tente dizer a sua família, amigos ou colegas de trabalho que você quer sair do seu trabalho e ganhar dinheiro blogando. Eles vão sorrir educadamente e perguntar: “Alguém realmente ganha dinheiro com isso?”

 

O fato é que ganha sim, mesmo que eles não acreditem mas os blogs podem gerar renda muito superior ao que todos eles ganham juntos e estar sempre em crescimento.

 

Mas ganhar dinheiro com blog não é tão fácil assim, as vezes as pessoas se deixam levar pelo o que estão vendo nas redes sociais e até mesmo nas emissoras de TV mostrando várias pessoas ganhando dinheiro com blog.

 

Para que você realmente ganhe dinheiro com blog é preciso que saiba de algumas coisas que podem decretar seu sucesso ou sua falência.

 

Muitos trabalham a tempos com o blog e não geram nenhuma renda porque existem 2 tipos de blogs.

– Blog de negócios

– Blog de desgosto

 

Qual é o seu?

Então preste atenção nessas dicas valiosas que fazem muitos blogueiros terem sucesso e mudar seu estilo de vida.

 

. Você não é apenas um Blogger

Você é um especialista, um professor, um mentor, talvez até mesmo um empreendedor. Seu blog é simplesmente uma plataforma de lançamento para todas essas coisas.

 

Olhe ao seu redor, e você vai encontrar quase todos os “bloggers” que fazem uma renda decente têm livros, cursos, Palestrantes de sucesso ou mesmo um software. 

 

É assim que eles ganham dinheiro. Seu blog é apenas o “brinde” que você dá para atrair clientes.

 

. Não vender publicidade

Venda de anúncios é atraente, porque gera uma renda passiva, mas geralmente você pode fazer de 3 a 10 vezes mais dinheiro usando o mesmo “espaço publicitário” para vender seus próprios produtos e serviços ou até mesmo promover um produto afiliado.

 

. Construir o funil reverso

Nós todos experimentamos os funis de vendas.

As empresas nos oferecem brindes, depois nos oferecem algo barato, mas irresistível. E depois gradualmente vai te convencendo a comprar coisas mais caras.

 

É uma estratégia de marketing que funciona e que você deve utilizá-la para construir um funil de vendas para o seu blog.

O que você talvez não saiba é que você deve construí-lo em sentido inverso.

Um monte de blogueiros criam um e-book barato como seu primeiro produto, e, em seguida, ficam frustrados porque não fazem muito dinheiro. 

 

Eis o porquê: o lucro real é no final do funil, não o começo.

A venda de e-books é fino e elegante, se você tem uma meia dúzia de produtos mais caros para oferecer ao seu cliente mais tarde, é burrice se você não o fizer posteriormente.

 

Claro que você deve criar e vender um produto caro em primeiro lugar, em seguida, criar gradualmente produtos mais baratos.

 

Quando você tem alguns produtos mais baratos para vender, você pode oferecer para novas pessoas em primeiro lugar, com a certeza de que você tem algo mais rentável na manga para vendê-los mais tarde.

 

É simples de entender oferecer um produto barato para um novo assinante da sua lista, depois vender o produto caro para ele e depois começar a vender novamente para ele os produtos mais baratos. Desta maneira sua lista se torna mais rentável.

 

.Não há nada igual a um mercado “barato”

Mais aí você se pergunta: “Eu não posso vender um produto de R$10.000,00 pois meus clientes não tem tanto dinheiro assim”.

 

A resposta é: você está 98% certo. A menos que você esteja vendendo exclusivamente a multimilionários, a grande maioria de sua base de clientes não será capaz de comprar um produto premium, mas o que é interessante é que não importa. 

 

Muitas vezes, você pode fazer muito mais dinheiro vendendo a 2% da sua lista do que poderia fazer dos outros 98% combinados.

 

Por exemplo, um produto de R$10.000,00 é um programa de treinamento de um ano para escritores, daí ofereço para um grupo que não é conhecido exatamente por sua riqueza, mas se eu liberar apenas 10 vagas dentro de alguns minutos após a abertura do programa. 

 

O resultado seria este e eis o porquê. Eu notifiquei 40.000 pessoas da minha lista de email a respeito do assunto. 2% dos 40.000 são 800 pessoas que, eventualmente, comprariam um produto nessa faixa de preço. Por saber que eu estou liberando apenas 10 vagas para o curso, eu estou criando uma situação de extrema escassez.

 

Você pode fazer a mesma coisa, mesmo se a sua lista é muito menor. Se você tem 100 assinantes, as chances são de pelo menos 2 deles poderiam estarem dispostos a comprar produtos ou serviços premium de você, e aqueles dois, muitas vezes, lhe pagarão mais dinheiro do que os outros 98 juntos.

 

. Ao cobrar preços altos, você deve oferecer um serviço premium.

Se sentiria culpado por ganhar tanto dinheiro? Você não deveria.

Ao cobrar preços altos, você pode oferecer um serviço premium, fazendo todo o possível para ajudar seus clientes a obter os resultados. 

 

Por exemplo, com o meu programa de consultoria, eu pego o telefone e vejo com meu cliente por um período de tempo se ele está fazendo tudo o que lhe passei, se está respeitando cada etapa do processo, tirando suas dúvidas etc.

 

Eu poderia colocar essas mesmas informações em um e-book de R$5,00? Claro que sim, mas daí eu não poderia dar qualquer uma ajuda a cada um que precisasse por esse valor. E é por isso que as pessoas compram um produto ou serviço premium e pagam um alto valor por isso.

 

. Deliberadamente adiar a venda.

Outra grande mudança de pensamento: ao invés de tentar empurrar todos à comprar seus produtos antecipadamente, blogueiros inteligentes atrasam a venda.

 

Ví pela primeira vez esta ideia da Rand Fishkin . Eles oferecem aos leitores do seu blog um teste gratuito para seus softwares de análise e SEO, mas depois de estudar o comportamento de seus clientes, eles notaram algo interessante:

 

As pessoas que leem vários posts antes de se inscrever para um teste gratuito tornam-se clientes entre 2 a 3 vezes mais em relação aqueles que não o fizeram.

 

Eu notei a mesma coisa com os meus clientes. Em vez de imediatamente cobrir os leitores com discursos de vendas, é muito melhor dar-lhes algum conteúdo em primeiro lugar e construir a confiança antes de começar a falar sobre seus produtos e serviços. 

 

Sim, você vai fazer menos dinheiro no curto prazo, mas os lucros a longo prazo atravessarão o telhado.

 

. Você é o gargalo

Sem dúvida, o tempo é o nosso maior problema, como blogueiros. Não estamos preocupados apenas em produzir apenas conteúdo com uma certa frequência em nossos blogs, mas também temos que lidar com questões técnicas, ler livros e artigos sobre o nosso campo, criar novos produtos para vender, responder às perguntas dos leitores …

 

a lista é longa e quanto mais o tempo passa você vê que não pode fazer tudo sozinho.

 

Então, qual é a resposta?

Veja: se uma máquina está trabalhando mais lenta do que as outras em uma linha de produção, ela pode literalmente custar à empresa dezenas de milhares de reais por hora. 

 

Para certificar-se de que isso não aconteça, os gerentes da fábrica estão dispostos a gastar qualquer quantia em dinheiro para eliminar gargalos. Eles têm um orçamento limitado, porque o custo de eliminar um gargalo é muito do que evita-lo.

 

O mesmo acontece conosco, e muitas vezes as soluções podem ser diferentes. Em vez de comprarmos um computador novo, por exemplo, podemos comprar um novo tipo de software que automatiza alguns dos nossos negócios, ou podemos contratar um assistente virtual ou programador. 

 

Pode ser caro, sim, mas vale a pena se você economiza tempo suficiente para se dedicar a atividades de maior valor.

. Medir o valor de tudo o que fazemos

 

O que são as atividades de maior valor, exatamente?

Bem, isso depende do seu objetivo. Se seu objetivo é aumentar o tráfego, por exemplo, comece a medir os visitantes por hora investido. 

 

Vamos dizer que você investe três horas em escrever um post, e traz-lhe 100 visitantes, e se você investir cinco horas em escrever um post lhe traz 500 visitantes. A primeira atividade tem uma taxa horária de 33 visitantes por hora. 

 

A segunda atividade tem uma taxa horária de 100 visitantes por hora. Escrever em blogs convidados portanto seria um melhor uso do seu tempo do que escrever o conteúdo em seu próprio blog.

 

Isto é uma perspectiva de curto prazo, não tendo em conta os ganhos de longo prazo, mas ainda é extremamente útil para começar a medir o seu tempo. Não apenas para o tráfego, mas também para o crescimento de assinantes e receita.

 

. No começo, criação de conteúdo para o seu próprio blog é bobagem

Tentei retirar essa dica, mas eu acho que é importante o suficiente para obter o seus próprios números, antes mesmo que me considerem um herege e queiram me queimar na fogueira veja isso: No início, seu blog é como uma sala de aula vazia.

 

Você de pé lá na frente dando uma palestra igual um bobo, porque com certeza, isso pode fazer você se sentir importante, mas não há ninguém que o escute. 

 

Você está sozinho, e você pode vir até com a mais perfeita das palestras, mais divertida na história da humanidade, mas isso não importa, porque ninguém ouviu.

 

Quando você começa escrever conteúdo para o seu próprio blog é uma das maneiras menos eficientes de construir o seu público. Você é muito melhor e se torna muito mais conhecido em pouco de tempo sendo “professor convidado” em primeiro lugar. 

 

Em outras palavras, escrever mensagens de clientes para público de outra pessoa, impressionar as pessoas, e desviar uma parte de seus leitores para o seu próprio blog.

 

Com isso você já estará criando sua lista de contatos para quando começar a escrever em seu próprio blog. Ou seja não terá uma sala vazia.

 

. Não perca tempo no Facebook, Twitter, Google+, etc.

Aqui está outro choque: você sabe o seu sonho de construir uma lista enorme de seguidores no Facebook ou Twitter e, em seguida, usá-lo para promover o seu blog? Bem, é uma ideia idiota. 

 

Fora de tudo o que já testado, construindo nossas próprias contas de mídia social, produziu o menor número de visitante por hora. Em outras palavras, possivelmente é a pior maneira de gastar seu tempo.

Isso significa que ter seguidores nesses lugares é inútil?

No Facebook é bom porque você pode fazer anúncios para seus seguidores. 

 

Google+ pode ajudar a impulsionar o seu motor de busca. Mesmo com esses benefícios, porém, não deve ser perto o topo da sua lista de coisas para fazer. Na minha opinião, você não deve pensar sobre eles até que você atinja 10.000 assinantes, em seguida, terceirizar a gestão deles para outra pessoa. 

Você pode usar o seu tempo de forma mais eficiente em outros lugares, tais como:

 

. Webinários

Eis o porquê: em média, cada webinário pode gerar até R$ 40.000 por hora investido.É de longe a coisa mais rentável que você pode desenvolver. Se você tem dúvidas comece a assistir webinários e veja porque os maiores nomes do marketing são adeptos dessa prática.

 

Curiosamente, webinários também são a forma mais eficaz para construir a nossa base de assinantes. Ao fazer webinários para outras pessoas, em média, 500 novos assinantes de e-mail por hora investidos. 

 

Não é incomum ganhar de 1000 à 2000 assinantes de e-mail a partir de um único webinário. Se estamos promovendo um produto, podemos chegar à marca de R$10.000,00 tranquilamente.

 

. Conteúdo Longo obtém mais tráfego

Sabe o que mais funciona? O tamanho do conteúdo.

Pode parecer estranho, mas, em média, o leitor fica muito mais satisfeito com textos longos do que com textos curtos. E isso é independente do nicho o qual você trabalha. O ponto doce parece ser de cerca de 2.000 à 3.000 palavras por post.

 

Conteúdo desse comprimento também leva mais tempo para produzir, mas se você medir os visitantes por hora investido, mais conteúdo ainda ganha por uns kms de vantagem. Supondo que você está promovendo algo, é claro.

 

. Promover seu conteúdo

O problema é que quase ninguém promove o seu conteúdo o suficiente. E por “promoção”, eu não estou falando sobre o compartilhamento de suas próprias mensagens no Twitter e no Facebook. 

 

Eu estou falando sobre o alcance blogger, o processo de construção de relacionamento com influenciadores e pedindo-lhes para compartilhar o seu trabalho.

 

No mínimo, você deve gastar tanto tempo na divulgação como na criação do seu próprio conteúdo. Então, se você está gastando 10 horas por semana escrevendo posts, você deve gastar 10 horas por semana em divulgação também.

 

Portanto diminua a quantidade de artigos e melhore o conteúdo e gaste o tempo que você leva para escrever um conteúdo igualmente para divulga-lo assim obterá melhores resultados.

 

. Ignorar SEO no primeiro ano

Vamos deixar uma coisa bem clara: não sou contra SEO . Longe disso. Afinal é ele que traz toneladas de visitas do Google. Eu só acho que a maioria dos blogueiros se concentram muito cedo nele e acaba esquecendo outras prioridades.

 

Mais uma vez, tudo se resume ao tempo. Quando seu blog é novo, os usos mais eficientes de seu tempo se dividem em três grandes categorias: construção de relacionamentos com influenciadores (incluindo visitante do blog), a criação de conteúdo, e vender seus produtos ou serviços. 

 

Se você fizer essas três coisas bem, não só o seu blog tem um ganho de tráfego, mas você também vai começar a receber tráfego de pesquisa sem fazer nada.

E então você pode se concentrar em outras coisas que importam mais, como …

 

.Sua lista de e-mail é mais importante do que qualquer outra coisa

Na análise, há um princípio chamado de “a uma métrica que importa”. A ideia é que você possa encontrar um número único que é capaz de predizer o sucesso ou o fracasso de seu projeto.

 

No caso dos blogs, esse número é o tamanho de sua lista de e-mail. Na minha experiência, a sua lista de e-mail é o indicador mais exato de quanto dinheiro você vai fazer.

 

Se você tiver isso como métrica por exemplo pense que cada assinante da sua lista gere R$1,00 de renda por mês para você. Em outras palavras, uma lista de e-mail de 1.000 assinantes deve resultar em pelo menos R$1.000,00 por mês em vendas, 10.000 assinantes resultaria em R$10.000,00 por mês em vendas, e assim por diante.

 

Quanto mais assinantes, mais dinheiro você ganhará. O seu relacionamento com seus assinantes e da qualidade de seus produtos ou serviços e dezenas de outros fatores ainda importa, mas para aumentar a receita, o foco é o crescimento da lista de e-mail. Para ganhar dinheiro blog é absolutamente essencial.

 

. Começar a vender desde o primeiro dia

Quanto tempo você deve esperar antes de começar a vender? 1.000 assinantes? 10.000 assinantes? Mais?

Não. Começar a vender desde o primeiro dia. Aqui está o porquê:

 

Um dos maiores fatores que afetam a velocidade de seu crescimento é que você pode contratar alguém para ajudá-lo. Porque você é o gargalo, lembra? Então você quer contratar um assistente virtual e alguém para lidar com todos os detalhes técnicos, logo que for possível, mas é claro, que requer dinheiro. 

 

Daí a necessidade de começar a vender imediatamente.

Agora, uma ressalva: não transforme seu blog em um gigantesco palco de vendas. Ninguém gosta disso. Você deve, entretanto, oferecer algo que seu público quer e precisa. Não empurre nada sobre ele, mas torne-o disponível, e  lembre eles de vez em quando que eles podem comprá-lo.

 

. Produtos demais sugam suas ideias

Você provavelmente tem todos os tipos de ideias para coisas que você pode vender, certo? E-books, cursos, talvez um aplicativo para iPhone? Ou um outro serviço?

 

Todos nós tendemos a criar produtos, podemos ver que as pessoas precisam, mas eles não estão conscientes disso ainda. Nós pensamos que se nós mostrarmos a magnitude do seu problema, podemos convencê-los a comprar o nosso produto ou serviço para resolvê-lo.

 

Se você é Steve Jobs, você pode fazer isso, mas eu tenho uma má notícia para você: você não é Steve Jobs. Você está começando como blogueiro, como um empreendedor digital, e como um novato, você só deve estar vendendo produtos que resolvam problemas  que seus clientes já sabem que eles têm. 

 

Se você tiver que convencê-los de que o problema existe, você já perdeu a batalha.

 

. Pesquisas são perigosas

Então, como você pode encontrar os problemas que existem na mente de seu cliente? Tradicionalmente, a resposta é uma pesquisa, mas eu vou avisá-lo: os inquéritos são perigosos. Faça a pergunta errada, e você terá uma resposta extremamente enganosa.

 

Use essa resposta para orientar o seu empreendimento, e você pode desperdiçar anos de sua vida, para não mencionar, possivelmente, ir à falência.

 

Se você é um iniciante, eu recomendo pedir uma e apenas uma pergunta: “qual é a sua maior frustração com o <tópico> agora?” Então, no meu caso, seria “o que é a sua maior frustração com os blogs agora?” Isso é isto. 

 

Nada mais. Procure padrões nas respostas que você recebe, e você vai aprender uma tonelada sobre que produtos ou serviços que você precisa para criar.

 

. Comece com Serviços, em seguida, expanda em produtos

Depois de encontrar um problema comum, começar a ofereça um serviço onde você resolva o problema do seu público. A razão é simples: você pode começar a oferecer o serviço imediatamente. Você não tem que criar um produto de imediato.

 

Você também vai aprender mais sobre o problema, e como você vai tentar resolvê-lo sozinho.

 

Eu por exemplo comecei como consultor em comercio digital voltado para lojas online e assim com o passar do tempo fui organizando e avaliando os maiores problemas que as pessoas tinha quando abriam seus negócio digitais …

 

Diante disso pude ver que seria possível montar um manual prático (que está em desenvolvimento que justamente servirá para ajudar e orientar todo aquele que pretende montar sua loja virtual).

 

Então pense primeiro em oferecer um serviço (consultoria por exemplo) depois pense em desenvolver algo que possa resolver o problema do seu cliente, aí sim desenvolva um produto.

 

. Ensine aos outros o que aprendeu

Agora, chegamos à razão para este post.

Porque na terra que o CEO impera, trabalhar por horas para escrever um post como este, compartilhando todas essas dicas? Está fechando em mais de 3.000 palavras.

 

Simples:

É minha responsabilidade. Se ainda muitas pessoas estão relutando em respeitar os blogs como um modelo de negócio legítimo, aqueles de nós que são bem sucedidos têm de falar e compartilhar o que aprendemos. Nenhum dos nós trabalhamos no vácuo. 

 

A única maneira que nós podemos avançar no nosso campo como um todo é compartilhar coletivamente o que aprendemos.

 

E isso é um campo (blog). Existem milhares de pessoas ao redor do mundo que ganham a vida a partir de blogs. O problema é que não há um repositório, uma comunidade central, onde todos nós podemos falar e aprender uns com os outros.

 

Mas acho que partilhar as dificuldades que já enfrentamos para aqueles que estão começando…

Estaremos criando empreendedores digitais de sucesso e não pessoas desacreditadas que blog  não é um modelo de negócio rentável.

 

Compartilhe este post. Não apenas para me gerar tráfego, mas para que outras pessoas possam ver que você realmente pode ter uma renda legítima a partir de blogs. E que talvez lendo esse artigo irá ajuda-los a não começar do jeito errado. 

 

 Afinal, não é para isso que estamos aqui? Ajudar as pessoas?

No final, isso é o que eu mais amo. Todos os artigos que publiquei, tenho certeza que fiz o máximo para esclarecer dúvidas que como eu tive quando comecei você também. 

 

Talvez nem sempre em grande forma, mas sempre tentando facilitar o entendimento das informações de uma maneira que todos possam entende-las. Levamos informação, inspiração, damos-lhes o roteiro para alcançar seus sonhos.